quarta-feira, 1 de abril de 2009

EU NÃO SOU EU

Eu não sou eu.
Sou este que vai ao meu lado sem eu vê-lo;
que, por vezes, vou ver,
e que, às vezes, esqueço.
O que se cala, sereno, quando falo,
o que perdoa, doce, quando odeio,
o que passeia por onde estou ausente,
o que ficará de pé quando eu morrer.

Juan Ramón Jiménez

3 comentários:

Paradis disse...

Que saudaaades!!!


=*

Humberto disse...

"Eu não sou eu nem sou o outro,
Sou qualquer coisa de intermédio:
Pilar da ponte de tédio
Que vai de mim para o Outro."

Mário de Sá-Carneiro, Lisboa, 1914.

~ Camila V. disse...

Muito interessante, não conhecia esse autor.

(Adorei te ver por aqui!)